Posts Tagged ‘Criativa e Empreendedora’

Briosa 1 – Guimarães 0

Julho 23, 2009

Maló de Abreu disse que falava dia 1, mas não precisou o mês…

Que pré-temporada de luxo! Estará o ex candidato a Grande Timoneiro da Briosa pronto para substituir na equipa de Coimbra Por Amor o mestre de robótica Vimarenense ?

E assim sendo, como irá o  CEO Empreendedor  ser resarcido dos fretes que tem feito pela causa de Coimbra Criativa ?

calhab

 

Outras questões, outros valores mais altos se alevantam:

Será que agora Nuno Freitas vai fazer uma OPA ao Iparq ?

Será que Gil Patrão também fala dia 1 ?

Será que o Gestor Qreniano terá umas palavrinhas a dizer, mas ao contrário ?

Será que o Software Crítico vai fazer um Over-Ride ?

Será que a Sá da Bandeira vai querer deixar o papel de 4º Árbitro ???

Será que A Cabra vai ser restaurada sem recurso ao pilim perdão Plim da AC EM ???

– Meu Deus, e ainda lhe chamam Silly Season….

Anúncios

Opções para uma Coimbra Criativa

Julho 9, 2009

O Urso sugere aqui de forma muito dessarelvada que o Avô da neta pondere muito sabiamente uma substituição estratégica na sua difícil matemática de encaixe na lista à Câmara de Coimbra.

Ultrapassando rapidamente uma primeira sugestão de se substituir a si próprio por um n.º 1 Não Arguido e Não Ex-Alérgico a um terceiro mandato, sugere-se então a substituição do distinto professor Vimarenense, Norberto Pires pela sua nova primeira dama a estrear.

São só vantagens, a saber:

1) Uma contribuição feliz para o preenchimento da cota de igualdade de oportunidades entre género;

2) A nova Primeira Dama Iparqueana fica de longe muito mais gira em cima de um banco alto de bar do que podemos ver aqui: http://www2.coimbraiparque.pt/pt/ ( ver a Mensagem do Presidente sem chorar devido à grande dinâmica);

3) O nome de Norberto Pires tem sido um pouco difícil de vender junto dos circulos de Coimbra mais ligados à Briosa. É que os 7 costados do Professor torcem pelo  Vitória de Guimarães, o que por si não seria relevante não fosse, boca fora, por mais de uma vez, o Professor ter feito galhofa da Briosa, facto que criou alguns anti-corpos robóticos;

4) Finalmente, e não menos importante, temos quase a certeza de que a Câmara de Coimbra, à semelhança do Iparque poderia começar a poupar uns trocos valentes no que concerne à promoção do empreendedorismo.

Isto é que era Criatividade!