Posts Tagged ‘Eugénio de Andrade’

Parabéns Coimbra

Julho 4, 2009

pedro e ines

Coimbra, Ursa Maior. Constelação ímpar neste País que urge reinventar.

É dia de Ti, por isso quero dedicar-te um dos Poemas mais singelos que já foram escritos e, um dos mais belos também. É do amigo José Fontinhas, chama-se Poema para o meu amor Doente e diz assim:

Hoje roubei todas as rosas do jardim

E cheguei ao pé de ti de mãos vazias…

 

Parabéns e votos de um hoje melhor!

P.S.: Desculpa mas também tive de “roubar” a foto na internet. É que,por estes dias, metade das luzes da Ponte de Pedro e Inês já se foram no descuido de quem não cuida e no desprezo de quem não vê!

Post Scriptum. 4 Anos sobre a morte de Eugénio de Andrade

Junho 13, 2009

Como gostava de ter escrito um artigo sobre a tua morte, meu amigo José Fontinhas, exorcisar num jornal diário a minha orfandade, a minha perda singular. Diluir-me em todas as vozes que te gabaram os gestos de palavra, a pessoa que foste no perfil férreo da vida.

Meu adorado poeta, todos gostamos mais de ti agora, perfeito na tua vastidão exáctica, de face branda, como se sempre tivesses percebido a morte como mais uma mão necessária à colheita dos frutos e assim natural e sério te tivesses apartado da árvore.

Estou sentado à tua porta, na eminência de te murmurar poemas de solidão, também eu mais perto do amor, não fosse ser tão tarde.